22 de agosto de 2017

Homem e mulher são baleados em rampa de acesso de estação da CPTM em Ferraz

Compartilhe
Guardas disseram que mesmo disparo atingiu as duas vítimas.

Um homem de 42 anos e uma mulher de 23 anos foram baleados na noite de segunda-feira (21) em uma rampa de acesso para a Estação Antônio Gianetti Neto, da Companhia Paulista de Trens (CPTM), em Ferraz de Vasconcelos. O autor do disparo fugiu. As vítimas foram socorridas e encaminhadas para o Hospital Regional, na cidade.

Um boletim de ocorrência de tentativa de homicídio foi registrado na delegacia de Ferraz. Guardas da CPTM relataram que as vítimas andavam na rampa de acesso à Avenida Governador Jânio Quadros por volta das 21h30. Eles disseram que a mulher ouviu um barulho de tiro e viu dois homens correndo, um deles aparentando ser menor de idade. De acordo com a polícia, um único disparo atingiu o pescoço do rapaz e a região da virilha da mulher, que estava na frente dele.

Segundo o boletim de ocorrência, o local ficou prejudicado para perícia, mas não há detalhes do motivo.

A Secretaria Estadual de Saúde informou na terça-feira (22) que as duas vítimas estão internadas na enfermaria e o estado de saúde deles é estável.

Nesta terça-feira, quem trabalha perto da estação ficou assustado ao saber dos disparos da noite de segunda-feira.

O vendedor Felipe Florentino da Silva disse que passava pelo local quando aconteceram os disparos. "Eu ia colocar crédito no celular e ouvi o barulho de tiros e a correria. Eu vi os feridos baleados e fiquei muito assustado no momento dos tiros."

Segundo Silva sempre sai briga na rampa da estação, mas desde que trabalha perto do local é a primeira vez que soube de tiros.



Já o vendedor Mário Martins da Silva, que trabalha do lado da rampa da estação há 10 anos, não estava na hora dos disparos no local. "Não é comum esse tipo de violência perto da estação. Eu acredito que foi um problema da pessoa atingida com quem fez disparo."


G1

Apresentação de dança gratuita acontece na Linha 4-Amarela com Núcleo Luz

Compartilhe
Grupo surpreende os passageiros com coreografias do espetáculo “O lago de nós”

No dia 30 de agosto, quarta-feira, às 15h30, o Núcleo Luz apresenta na Estação Luz da linha 4-Amarela cenas do espetáculo “O Lago de Nós”, com criação e direção de Chris Belluomini. A série de apresentações mensais segue até novembro e tem patrocínio da concessionária ViaQuatro, operadora da linha 4-Amarela de metrô. O Núcleo Luz é parte do programa Fábricas de Cultura, da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, gerenciado pela Poiesis.

O espetáculo “O Lago de Nós” trata das relações afetivas, do que nos afeta e é afetado por nós, assim como o que nos conecta e nos desconecta, tanto intimamente quanto na interação com o mundo. A coreografia começa com pequenos grupos que vão se somando até completar o elenco composto por 38 jovens, de 16 a 21 anos.

Além de contribuir para a mobilidade urbana, a concessionária ViaQuatro acredita que promover acesso à cultura reforça seu compromisso com a sustentabilidade do seu negócio e ainda possibilita uma experiência de viagem diferente para os passageiros. Este projeto também conta com o patrocínio da Prodesp, ambos por meio da Lei de Incentivo à Cultura.



Sobre o Núcleo Luz

Criado em 2007, o Núcleo Luz faz parte do Programa Fábricas de Cultura, da Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo, gerenciado pela Poiesis. O projeto oferece a jovens de baixa renda a oportunidade de experimentarem a linguagem da dança de forma mais aprofundada. Os aprendizes de 14 a 24 anos vivenciam atividades corporais e socioculturais, como balé clássico, dança contemporânea e afro, capoeira, música e percussão e literatura, entre outras.
O projeto é gratuito e oferece bolsa-auxílio, alimentação e transporte.

ViaQuatro 

21 de agosto de 2017

Manutenção da tarifa da CPTM e do Metrô não aumentou número de passageiros

Compartilhe
O congelamento da tarifa básica dos ônibus municipais, trens da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) e do Metrô em R$ 3,80 não trouxe mais passageiros para o transporte público da capital paulista.

De janeiro a julho do ano passado, 2,752 bilhões de pessoas viajaram nos três modais. No mesmo período neste ano – sem  o aumento da tarifa, ao contrário do esperado reajuste –, o volume de passageiros subiu só 0,5%, passando para 2,765  bilhões.

As variações individuais indicam, de acordo com as companhias, que houve estabilidade, já que a queda foi de 1,3% no Metrô e os aumentos de 0,7% na CPTM e de 1,1% nos ônibus.

Mestre em engenharia de transportes pela USP (Universidade de São Paulo), Horácio Figueira afirmou que, na maioria dos casos, aumentos e congelamentos não ‘movimentam’ os dois extremos do público: os que dependem exclusivamente do transporte público continuam viajando nos ônibus e nos trens e os que só utilizam o transportes individual não fazem a migração independentemente do preço.

“Essa estabilidade deve até ser comemorada, pois num cenário de desemprego, o natural era que houvesse queda”, afirmou.

https://www.metrojornal.com.br/foco/2017/08/21/manutencao-da-tarifa-da-cptm-e-do-metro-nao-aumentou-numero-de-passafeiros-no-transporte-publico.html

18 de agosto de 2017

Obras alteram circulação dos trens neste fim de semana

Compartilhe

Neste final de semana, dias 19 e 20 de agosto, a CPTM prosseguirá com o programa de obras em suas linhas. Por isso, os trens circularão com maior intervalo em trechos e horários específicos. Confira a programação e planeje sua viagem:

 

Linha 7-Rubi (Luz – Francisco Morato)

Domingo: das 4h à meia-noite, serão realizados serviços no sistema de rede aérea entre as estações Franco da Rocha e Francisco Morato. Das 7h às 19h, também haverá intervenções nos equipamentos de via permanente entre as estações Baltazar Fidélis e Francisco Morato. 

Das 4h às 21h, os trabalhos serão executados no sistema de rede aérea entre as estações Lapa e Piqueri. Por isso, os trens que seguirem sentido Luz não irão parar para desembarque e embarque na Estação Piqueri. Quem quiser desembarcar nessa estação deverá descer na Estação Lapa e pegar o trem sentido Francisco Morato. Quem quiser embarcar na Estação Piqueri, sentido Luz, deverá pegar o trem sentido Francisco Morato, desembarcar na Estação Pirituba e voltar sentido Luz. 

Durante toda a operação comercial, o intervalo médio dos trens será de 15 minutos entre as estações Luz e Caieiras e de 30 minutos entre Caieiras e Francisco Morato. 

Linha 8-Diamante (Júlio Prestes – Itapevi)    

Sábado: das 13h até o fim da operação comercial, serão realizadas obras de modernização das estações Jardim Belval e Jardim Silveira. O intervalo médio dos trens será de 20 minutos no trecho entre Barueri e Itapevi. 

Domingo: das 4h à meia-noite, prosseguirão as obras de modernização das estações Jardim Belval e Jardim Silveira. Das 8h às 20h, os serviços estarão concentrados nos equipamentos de via permanente entre as estações Presidente Altino e Osasco. Neste período, o intervalo médio dos trens será de 30 minutos entre as estações Júlio Prestes e Itapevi. Nos demais horários (das 4h às 8h e das 20h à meia-noite), o intervalo médio será de 20 minutos entre Carapicuíba e Itapevi.

Linha 9-Esmeralda (Grajaú – Osasco) 

Sábado: das 20h até o final da operação comercial, haverá intervenções nos equipamentos de via permanente entre as estações Socorro e Jurubatuba e entre Ceasa e Villa Lobos-Jaguaré. O intervalo médio dos trens será de 25 minutos em toda a linha.  

Domingo: das 4h à meia-noite, devido aos serviços no sistema de rede aérea, a circulação ficará interrompida entre as estações Presidente Altino e Osasco. O usuário que desejar prosseguir viagem deverá utilizar a Linha 8-Diamante.    

Linha 11-Coral (Luz-Estudantes)

Domingo: das 4h até meia-noite, os trabalhos serão executados nos equipamentos de via permanente entre as estações Tatuapé e Corinthians-Itaquera. Excepcionalmente, os trens vão circular entre as estações Luz e Estudantes, sem baldeação na estação Guaianases. O intervalo médio será de 20 minutos em toda a linha.

Linha 12-Safira (Brás – Calmon Viana)

Sábado e Domingo: das 4h de sábado até meia-noite de domingo, em razão das obras de implantação da Linha 13-Jade, no trecho entre Eng. Goulart e Comendador Ermelino, o intervalo médio será de 25 minutos em toda a linha.

Desafio: a CPTM ressalta que executar as obras de modernização, mantendo simultaneamente o atendimento aos usuários, é um grande desafio. As ações exigem medidas como promover intervenções em horários de menor movimentação de passageiros, aos finais de semana, feriados e madrugadas. 

Em caso de dúvidas ou informações complementares, a CPTM coloca à disposição o Serviço de Atendimento ao Usuário: 0800 055 0121. 

CPTM

Linha 7-Rubi: Nota atualizada sobre o descarrilamento

Compartilhe
A CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) informa que, por volta das 23h15 desta quinta-feira (17/08), um comboio com cinco locomotivas de carga da empresa MRS descarrilou entre as estações Baltazar Fidelis e Francisco Morato, na linha 7-Rubi (Luz -Jundiaí), interrompendo a circulação de trens entre as duas estações.

Portanto, nesta sexta– feira (18/08), a operação na linha 7-Rubi está sendo realizada somente entre as estações Luz e Baltazar Fidélis e entre Francisco Morato e Jundiaí. A CPTM acionou a operação Paese que disponibilizou 57 ônibus gratuitos para o transporte dos usuários entre as estações Francisco Morato e Franco da Rocha.

Os usuários estão sendo orientados pelo serviço de som das estações e trens e pelas redes sociais.

Equipes de manutenção da CPTM e da MRS estão trabalhando no local para encarrilar todas as locomotivas. A Companhia vai apurar as causas do acidente.

Cabe salientar que o compartilhamento das linhas da CPTM entre trens de passageiros e de carga é determinado pela legislação federal (decreto 1832, de 1996) devido à inexistência de uma via exclusiva para transporte de ferroviário de carga, de responsabilidade da União.

A maior concentração das viagens dos trens de carga, cerca de 60%, ocorre no período noturno e na madrugada dos dias úteis ou aos sábados e domingos, quando o fluxo de passageiros é menor, mas também existem faixas para circulação de trens menores durante o período diurno. A CPTM não permite a circulação de trens de carga durante os horários de pico.

Somente depois que o Governo Federal construir o ferroanel as linhas da CPTM poderão passar a ser usadas exclusivamente para transporte de passageiros, o que vai sanar um gargalo logístico e possibilitar que o serviço aos milhões de cidadãos que usam os trens da Companhia diariamente seja aprimorado.

Vale ressaltar ainda que o Governo de São Paulo está fazendo sua parte para a execução do ferroanel. A Dersa já está finalizando o projeto de engenharia, realizando as audiências públicas para aprovação do Estudo de Impacto Ambiental (EIA-RIMA) e executando as obras comuns do ferroanel nas obras do Rodoanel Norte.

CPTM – Companhia Paulista de Trens Metropolitanos
As notícias veiculadas acima, na forma de clipping, são acompanhadas dos respectivos créditos quanto ao veículo e ao autor, não sendo de responsabilidade do blog Diário da CPTM.
Observações:

  • Último trem do terminal de Jundiaí para Francisco Morato tem partida programada às 23h30.
  • A transferência entre linhas é garantida desde que o usuário esteja em sua última estação de transferência até as 00h. Para mais informações, confira o Regulamento de Viagem. ​​​​
De domingo a 6ª feira, das 4h à meia-noite, e aos sábados das 4h à 1h (sentido único, do centro de São Paulo para os bairros e municípios da Região Metropolitana).