22 de março de 2017

Lollapalooza 2017: transporte sobre trilhos é a melhor opção

Compartilhe
Estação Autódromo terá operação especial para atender público do megafestival

A CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) preparou uma operação especial para atender as pessoas que utilizarão a Linha 9-Esmeralda (Osasco – Grajaú) para chegar ao Festival Lollapalooza, no próximo final de semana, 25 e 26 de março. O público estimado é de 90 mil, tanto no sábado quanto no domingo. Desse total, cerca de 42 mil utilizarão a CPTM.

A estação Autódromo fica a 600 metros do Autódromo de Interlagos, local dos shows. Os portões G, R e N são os mais próximos da estação. O esquema será implantado no sábado (25), a partir das 21h30, até a 1h da madrugada e no domingo (26), a partir das 20h30, até a meia-noite. Nesse período, os intervalos na Linha 9 circularão serão de 4 minutos entre as estações Grajaú e Pinheiros.

Além de trens extras posicionados em locais estratégicos para serem utilizados em caso de aumento da demanda, as estações de maior movimento terão empregados bilíngues, avisos sonoros, cartazes e banners em português e inglês. Para agilizar o embarque na volta, a CPTM recomenda aos usuários comprar antecipadamente os bilhetes de viagem, preferencialmente, levando o dinheiro trocado.

Ao saírem do festival, as pessoas devem estar atentas aos horários de funcionamento dos trens. Para quem for utilizar outras linhas da CPTM ou do Metrô, é preciso se programar para chegar na estação de transferência desejada antes da 1h, no sábado. Assim, por exemplo, quem quiser se transferir para a Linha 4-Amarela, na Estação Pinheiros, deverá tomar o trem na estação Autódromo até 0h20 para chegar a tempo da transferência.
No domingo, os trens da CPTM, do Metrô e da Linha 4 circulam até meia-noite. Os usuários que desejarem fazer a transferência entre as linhas devem embarcar na Estação Autódromo até 23h20.

Para mais informações sobre as linhas de trens e Metrô, consulte:

CPTM
Serviço de Atendimento ao Usuário: 0800 055 0121 / Site www.cptm.sp.gov.br
Funciona 24 horas

Metrô
Central de informações: 0800 770 7722 / Site www.metrosp.gov.br
Funciona diariamente das 5h30 às 23h30

ViaQuatro
Central de Atendimento: 0800 770 7100 / Site http://www.viaquatro.com.br
Funciona de segunda a sexta-feira, das 6h30 às 22h, e aos sábados e domingos, das 8h às 18h



CPTM – Companhia Paulista de Trens Metropolitanos

Estação Tatuapé da CPTM recebe mostra fotográfica

Compartilhe
“Olhares sobre a Cachoeirinha” revela imagens do bairro da zona norte

Contar histórias cotidianas da Vila Nova Cachoeirinha por meio de fotos foi a missão de um grupo de alunos da Fundação Stickel. Com câmeras nas mãos, os alunos-fotógrafos trataram de eternizar algumas cenas do bairro da zona norte paulista. Agora, as imagens compõem a exposição que começa nesta sexta-feira (24), na estação Tatuapé, que atende as linhas 11-Coral e 12-Safira da CPTM.

Intitulada “Olhares sobre a Cachoeirinha”, a mostra reúne cerca de 30 fotografias. Para o publicitário e professor de fotografia Lucas Cruz, o curso é uma oportunidade para os alunos descobrirem o amor pelas fotos. “Um aluno que morava perto da fundação era filho de um fotógrafo, mas até então, não havia se interessado pelo tema. Ao frequentar as aulas, ficou tão entusiasmado que hoje segue a profissão do pai”.

No projeto há mais de seis anos, o professor revela satisfação com o desempenho dos alunos. “É gratificante saber que eles se dedicaram as aulas, se esforçaram e hoje muitos trabalham na área”.

O curso também é uma oportunidade de complementar a renda. A dona de casa Noemia Hayashida, de 48 anos, utiliza as técnicas aprendidas nas aulas para fazer freelas. “Faço cobertura de eventos, ensaios fotográficos e também sensuais”. Noemia completou os dois módulos, básico e avançado, e recomenda a Fundação para todos que conhece. “Sempre que abrem as inscrições, indico. É uma oportunidade que ajuda a alavancar a vida do aluno”.

Destinado a pessoas acima de 16 anos, o curso é realizado pela Fundação Stickel, organização sem fins lucrativos que promove a inclusão social, cultural e econômica por meio das artes visuais, atuando com pessoas e comunidades nos bairros Brasilândia e Vila Nova Cachoeirinha. Em 2009, a Fundação Stickel criou o projeto Contrapartida, que deu origem aos cursos de fotografia. Desde então, mais de 300 alunos frequentaram as 16 turmas formadas pela instituição nos módulos básico e avançado.

Evento

Exposição Fotográfica Coletiva “Olhares sobre a Cachoeirinha”
De: 24 de março a 25 de abril.
Local: Estação Tatuapé (linha 11-Coral e 12-Safira)

CPTM – Companhia Paulista de Trens Metropolitanos

21 de março de 2017

Em Barueri dez linhas passam a operar com ônibus diferentes

Compartilhe
Desde ontem, 20/3, a empresa Ralip, do Grupo Benfica, passou a assumir dez itinerários do sistema municipal de Barueri


Dez linhas do sistema municipal passaram a ser atendidas por veículos diferentes do que estão acostumados. É que começou a operar a empresa Ralip Transportes Rodoviários, cujos coletivos são pintados em verde e branco.

Segundo informe da prefeitura divulgado no sábado, a única mudança ocorre na linha A215 Maria Helena/Terminal Barueri, cujo percurso será ampliado para atender a Vila do Conde.

Apesar de fazer parte do Grupo Benfica, a Ralip passará a circular em Barueri para cumprir a lei que proíbe que apenas uma empresa opere na cidade. O objetivo seria evitar o monopólio. As duas viações  vão compartilhar parte das linhas.

Para o passageiro, nada muda. Os itinerários destas dez linhas continuarão os mesmos, bem como os pontos de parada. Preço da passagem, frequência e integrações também continuam os mesmos.


Fonte

EMTU diz que terminal do corredor Itapevi-SP começa a operar até junho

Compartilhe
Serviço que facilitará acesso de pessoas de várias cidades à capital foi prometido para operar de forma completa a partir de 2014, mas segue em obras.

O corredor de ônibus Itapevi-São Paulo, anunciado pelo governo de São Paulo operar parcialmente a partir de 2012, vai finalmente ter uma parte de sua estrutura inaugurada, segundo a Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos (EMTU). Trata-se do Terminal Carapicuíba, que será entregue até junho.

O corredor terá quase 24 km de extensão saindo do Terminal Itapevi e passando por Jandira, Barueri, Carapicuíba e Osasco até chegar ao Terminal Yara, na Zona Oeste de São Paulo. A previsão é atender 90 mil pessoas por dia.

As obras começaram em 2011. O primeiro considerado prioritário, entre Jandira e Barueri, foi prometido para 2012. Considerando os outros trechos, a obra deveria estar completamente finalizada em 2014.

A EMTU afirma que enfrentou problemas já que as duas empresas contratadas para fazer o trecho prioritário faliram. O trecho agora é prometido apenas para dezembro. Em outro trecho, a empresa teve de esperar dois anos até a Justiça autorizar que um trecho ocupado por famílias fosse usado pela empresa. O trecho entre Osasco e Vila Yara ainda não tem obras. A licitação deve ser publicada em novembro.

A linha acompanha a Linha 8-Diamente da CPTM. O terminal Carapicuíba ficará ao lado da estação de mesmo nome. Após os atrasos, a EMTU havia divulgado que ele ficaria pronto em abril.

Nesta terça, a empresa prometeu entregar o serviço até junho. “Ainda neste primeiro semestre ele ficará pronto. Estamos falando de maio ou junho para entregar o terminal operando”, afirmou o presidente da EMTU, Joaquim Lopes.

G1

20 de março de 2017

Linha 5-Lilás ganha novos trens

Compartilhe
Usuários da Linha 5-Lilás terão mais conforto e viagens mais rápidas

Alckmin entregou novos trens e sistema de sinalização CBTC com maior velocidade operacional e menor consumo de energia

Os usuários da Linha 5–Lilás do Metrô terão mais conforto e agilidade. Neste domingo (19), o governador Geraldo Alckmin entregou seis novos trens da frota P e o novo sistema automático de sinalização e controle CBTC. “Os novos equipamentos, que têm ar condicionado, vagões contínuos e câmeras de vídeo, trazem mais conforto para os passageiros”, disse Alckmin.

A nova frota passará por uma etapa de testes, funcionando no trecho Capão Redondo – Adolfo Pinheiro, aos domingos. Essa fase possibilitará a realização dos ajustes finais e aperfeiçoamento do mais moderno sistema de controle de trens. A expectativa é estender essa operação também aos sábados a partir de abril, chegando à operação plena, durante todos os dias da semana, em maio.

Com a entrada em operação da Frota P, os usuários terão à disposição trens modernos e mais confortáveis que contam com sistema duplo de ar-condicionado, portas mais largas que facilitam o embarque e desembarque, corredor de passagem entre os carros, câmeras de segurança e monitoramento, sistema de freios antideslizantes e antiderrapantes, iluminação LED, mapa dinâmico que mostra as estações percorridas, sistema de detecção e combate a incêndios, além de mensagens sonoras gravadas, que se adequam ao nível de ruído dentro do trem e regulam seu volume automaticamente.



Já o CBTC – que em português significa Controle de Trens Baseado em Comunicações – é um moderno sistema de sinalização e controle de trens, que possibilita a diminuição do intervalo de trens com maior velocidade operacional e menor consumo de energia. Este sistema é utilizado nas linhas 15-Prata do Metrô e 4-Amarela.

“A viagem é mais confortável, nós fomos na cabine e vimos que é impressionante. O operador do Metrô observa praticamente, o sistema é todo automatizado, passa de uma linha para outra, frenagem mais suave e viagem mais confortável. Reduz 7% o consumo de energia e reduz a distância entre um trem e outro de 37 para 17 metros”, explicou o governador.

O Metrô está ampliando a Linha 5-Lilás em mais 10 km com 10 estações. Para atender a nova demanda foram comprados os 26 novos trens da Frota P que vão se juntar aos seis da Frota F, que operam no trecho já existente de 9,3 Km e 7 estações, entre Capão Redondo e Adolfo Pinheiro.

As obras de ampliação estão concentradas na construção e acabamento das estações, além da instalação dos sistemas elétricos, sinalização e comunicação. São 5.500 pessoas envolvidas nos trabalhos. Todos os três túneis por onde passarão os trens já foram concluídos. Em julho deste ano deverão ser abertas as estações Alto da Boa Vista, Borba Gato e Brooklin, ficando as estações Eucaliptos, Moema, AACD-Servidor, Hospital São Paulo, Santa Cruz e Chácara Klabin para dezembro de 2017. Em 2018 será finalizada a estação Campo Belo, no meio da linha. Quando completa, de Capão Redondo a Chácara Klabin, mais de 780 mil pessoas serão transportadas diariamente.

Governo de SP
As notícias veiculadas acima, na forma de clipping, são acompanhadas dos respectivos créditos quanto ao veículo e ao autor, não sendo de responsabilidade do blog Diário da CPTM.
Observações:

  • Último trem do terminal de Jundiaí para Francisco Morato tem partida programada às 23h30.
  • A transferência entre linhas é garantida desde que o usuário esteja em sua última estação de transferência até as 00h. Para mais informações, confira o Regulamento de Viagem. ​​​​
De domingo a 6ª feira, das 4h à meia-noite, e aos sábados das 4h à 1h (sentido único, do centro de São Paulo para os bairros e municípios da Região Metropolitana).