PROGRAMAÇÃO DE ALTERAÇÕES

SEXTA-FEIRA 25/08/2016
Linha Trecho Afetado Horário Circulação
Guaianases - Estudantes22:30 - 23:59- Alteração na circulação em razão de serviços de obras de modernização
Brás - Calmon Viana22:30 - 23:59- Alteração na circulação em razão de serviços de obras de modernização



SÁBADO 27/08/2016
Linha Trecho Afetado Horário Circulação
Júlio Prestes - Itapevi22:00 - 23:59- Alteração na circulação em razão de serviços de manutenção
Osasco - Presidente Altino22:00 - 23:59- Interrupção na circulação em razão de serviços de manutenção
Guaianases - Estudantes22:00 - 23:59- Alteração na circulação em razão de serviços de manutenção
DOMINGO 28/08/2016

Linha Trecho Afetado Horário Circulação
Luz - Francisco Morato04:00 - 23:59- Alteração na circulação em razão de serviços de obras de modernização
Júlio Prestes - Itapevi07:00 - 18:00- Alteração na circulação em razão de serviços de obras de modernização
Osasco - Presidente Altino04:00 - 07:00- Interrupção na circulação em razão de serviços de manutenção
Presidente Altino - Grajaú04:00 - 07:00- Alteração na circulação em razão de serviços de manutenção
Osasco - Grajaú07:00 - 23:59- Alteração na circulação em razão de serviços de manutenção
Brás - Rio Grande da Serra07:00 - 19:00- Alteração na circulação em razão de serviços de manutenção
Guaianases - Estudantes06:00 - 21:00- Alteração na circulação em razão de serviços de obras de modernização
Luz - Guaianases07:00 - 21:00- Alteração na circulação em razão de serviços de manutenção
Brás - Calmon Viana04:00 - 23:59- Alteração na circulação em razão de serviços de manutenção

26 de agosto de 2016

Obras de modernização alteram circulação dos trens neste fim de semana

Compartilhe
Confira a programação e antecipe sua viagem

Neste final de semana, dias 27 e 28 de agosto, a CPTM prosseguirá com as obras de modernização em suas linhas. Por isso, os trens circularão com maiores intervalos em trechos e horários específicos. Confira a programação e planeje sua viagem:
 
Linha 7-Rubi (Luz – Francisco Morato)

Domingo: das 4h à meia-noite, serão realizadas obras de modernização no sistema de rede aérea entre as estações Perus e Caieiras. Das 8h às 16h30, também ocorrerão intervenções na Estação Franco da Rocha. O intervalo médio dos trens será de 15 minutos entre as estações Luz e Pirituba e, de 30 minutos, entre Pirituba e Francisco Morato.

Linha 8-Diamante (Júlio Prestes – Itapevi)

Sábado e Domingo:  das 22h de sábado até às 18h de domingo, em razão de serviços nos equipamentos de via permanente entre as estações Imperatriz Leopoldina e Presidente Altino e da reforma da Estação Quitaúna, os trens circularão com intervalos de 20 minutos em toda a linha.

Linha 9-Esmeralda (Osasco – Grajaú)

Sábado: das 22h até o fim da operação comercial, devido a serviços nos equipamentos de via permanente da Linha 8-Diamante, a circulação ficará interrompida entre as estações Presidente Altino e Osasco. Para prosseguir viagem, o usuário deverá utilizar a Linha 8-Diamante. O intervalo médio entre os trens será de 20 minutos entre as estações Presidente Altino e Grajaú.
               
Domingo: das 4h às 7h, por conta das obras na Linha 8-Diamante a circulação continuará interrompida entre as estações Presidente Altino e Osasco. Os usuários deverão usar a Linha 8-Diamante para seguir viagem. O intervalo entre os trens será de 30 minutos entre Presidente Altino e Grajaú.

Das 4 à meia-noite também serão realizados serviços no sistema de rede aérea entre as estações Jurubatuba e Autódromo. Das 4h às 9h, haverá obras de modernização no sistema de rede aérea entre as estações Vila Olímpia e Berrini.  Das 8h às 19, os trabalhos estarão concentrados nos equipamentos de via permanente entre as estações Morumbi e Granja Julieta.

Das 7h às 9h, o intervalo médio entre os trens será de 30 minutos em toda a linha. A partir das 9h até à meia-noite, o intervalo médio será de 20 minutos em toda a linha.

 Linha 10-Turquesa (Brás – Rio Grande da Serra)

Domingo: das 7h às 19h, haverá intervenções no sistema de rede aérea em toda a linha. Das 7h40 às 18h, os serviços estarão concentrados na Estação Brás. Das 8h30 às 17h30, ocorrerão intervenções nos equipamentos de via permanente nas imediações da Estação São Caetano. Assim, das 7h às 19h, o intervalo médio entre os trens será de 15 minutos em toda a linha.

Linha 11-Coral – Expresso Leste (Luz – Guaianases)

Domingo: das 7h às 21h, em razão de serviços no sistema de rede área e nos equipamentos de via permanente entre as estações Luz e Tatuapé, o intervalo médio entre os trens será de 15 minutos, entre as estações Luz e Brás, e de 30 minutos, entre Brás e Guaianases.

 Extensão Linha 11-Coral (Guaianases – Estudantes)

Sábado: das 22h até o fim da operação comercial, por conta das intervenções nos equipamentos de via permanente entre as estações Ferraz de Vasconcelos e Poá, o intervalo médio dos trens será de 20 minutos entre as estações Guaianases e Estudantes.

Domingo: das 6h às 21h, prosseguirão os serviços nos equipamentos de via permanente entre as estações Ferraz de Vasconcelos e Poá, além das obras de modernização da Estação Poá. O intervalo médio entre os trens será de 22 minutos entre as estações Guaianases e Estudantes.
 
Linha 12-Safira (Brás – Calmon Viana)

Domingo: das 4h até meia-noite, serão realizadas obras no sistema de rede aérea nas proximidades da Estação Itaquaquecetuba. O intervalo médio entre os trens será de 15 minutos entre as estações Brás e Eng. Manoel Feio e, de 30 minutos, entre as estações Eng. Manoel Feio e Calmon Viana.

Desafio: A CPTM ressalta que executar as obras de modernização, mantendo simultaneamente o atendimento aos usuários, é um grande desafio. As ações exigem medidas como promover intervenções em horários de menor movimentação de passageiros aos finais de semana, feriados e madrugadas.

Em caso de dúvidas ou informações complementares, a CPTM coloca à disposição o Serviço de Atendimento ao Usuário: 0800 055 0121.
 
CPTM – Companhia Paulista de Trens Metropolitanos

25 de agosto de 2016

Por renda extra, camelôs lotam vagões da CPTM

Compartilhe
Dois, três e até quatro vendedores ambulantes oferecem de uma só vez os seus produtos em um mesmo vagão de trem da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos).

A cena que se repetiu nas linhas 7-rubi, 11-coral e 12-safira é reflexo do aumento no número dos ambulantes, notada tanto por passageiros quanto pelos próprios vendedores.

Números da CPTM, sob gestão Geraldo Alckmin (PSDB), mostram que, no primeiro semestre deste ano, foram apreendidos por dia 4.794 itens dos ambulantes.

No semestre passado, a média diária era de 4.363 por dia. O aumento é de quase 10%.

Nos trens, entre os vendedores, a história se repete: perderam o emprego e a saída para continuar a pagar as contas foi a de vender balas, salgadinhos e até as pulseiras-relógio da Olimpíada, sensação do momento.

A CPTM atribui à crise econômica o aumento de ambulantes no sistema. Segundo a empresa, desde junho, intensificou os avisos nos trens e estações, alertando sobre riscos da compra dos produtos irregulares e aumentou a fiscalização.

A empresa oferece também canal telefônico de denúncia (9-7150-4949), que recebeu, de janeiro a maio, 3.753 denúncias de comércio irregular.

Lucilene Oliveira
do Agora

Passageiros podem recarregar Bilhete Único em agências bancárias

Compartilhe
Os usuários do Bilhete Único em São Paulo ganharam mais uma forma de realizar a recargar do cartão sem ter que enfrentar longas filas. Agora, os passageiros podem comprar crédito através dos terminais de autoatendimento do Banco do Brasil.

O novo serviço de recarga, que conta com mais de 42 mil pontos, começou a funcionar nesta quarta-feira (24) e, também, estará disponível via aplicativo mobile do banco, a partir do dia 15 de setembro.  

Segundo a instituição financeira, a iniciativa é inédita. "Essa inovadora solução foca a melhoria da experiência dos clientes, usabilidade e eficiência. Tudo bastante afinado com a preocupação da SPTrans. E o Banco do Brasil segue determinado a desenvolver soluções que auxiliem na busca da maior eficiência para o setor público", disse, em nota, Júlio Cezar Alves de Oliveira, vice-presidente de governo do banco.

Os créditos adquiridos através dos terminais ou do aplicativo do banco deverão ser ativados em um carregador e, após esse procedimento, estarão prontos para uso. O Bilhete Único permite a compra de crédito comum, para estudante e vale-transporte, para utilização em ônibus, micro-ônibus e trens do Metrô e da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos).

De acordo com a SPTrans (empresa responsável pelo transporte público municipal), São Paulo tem uma frota de 14.736 ônibus que operam em 1.390 linhas, incluindo 151 do serviço noturno. Atualmente, 94% dos embarques realizados -cerca de 10 milhões diariamente- nos ônibus são pagos com Bilhete Único de todas as modalidades.

RECARGA NOS ÔNIBUS

Em maio, a gestão Fernando Haddad (PT) instalou novos terminais de recargas dentro dos coletivos para permitir aos usuários efetuar a recarga e consultar o saldo do cartão durante a viagem.

Para recarregar o cartão dentro do ônibus, o usuário deve primeiro efetuar a compra do crédito no site da SPTrans ou pelos aplicativos, como Moovit, Conta Super e Ponto Certo.

Logo após a compra do crédito, basta encostar o cartão no terminal de recarga para baixar os créditos no bilhete. Os estudantes que possuem passe livre também poderão usar os novos equipamentos para efetuar as recargas.

"Estamos criando mais uma facilidade para os usuários do sistema e, também, proporcionando segurança já que diminui, cada vez mais, o uso de dinheiro nos ônibus", disse o secretário de Transportes, Jilmar Tatto, na época.


Folha

Alckmin passará operação de duas linhas do Metrô à iniciativa privada

Compartilhe
Consórcio vencedor deve passar operar linhas 5-Lilás e 17-Ouro em 2017.
Linhas terão 25 estações quando concluídas.


 O governo de São Paulo vai conceder as linhas 5-Lilás do Metrô e 17-Ouro do monotrilho à iniciativa privada de forma conjunta. A decisão foi tomada na terça-feira (23) em reunião do conselho gestor do Programa Estadual de Desestatização (PED).

Segundo o secretário dos Transportes Metropolitanos, Clodoaldo Pelissioni, o edital deverá ser lançado a partir de outubro, e a expectativa é a de que o consórcio vencedor passe a operar as linhas a partir do primeiro semestre de 2017.

As linhas estão situadas na Zona Sul de São Paulo e vão compreender 27,5 km de trilhos e 25 estações quando concluídas. A 5-Lilás já opera com sete estações entre Capão Redondo e Adolfo Pinheiro e está sendo expandida até a Estação Chácara Klabin. Já a linha 17-Ouro, que chegou a ser prometida para 2014, deve ficar pronta apenas no início de 2019 e vai ligar, em formato de monotrilho, o aeroporto de Congonhas e a Marginal Pinheiros.

Pelissioni afirma que a concessão deverá proporcionar uma melhor gestão de recursos e maior eficácia no funcionamento da linha. “Tem uma sinergia de integração de pessoas que vão usar, de equipes, de compra de energia elétrica”, afirma. As linhas farão integração na Estação Campo Belo.

O modelo da concessão será o de outorga fixa de entrada. Ou seja, o consórcio pagará um valor para assumir a operação das linhas, e o governo do estado, por sua vez, fará uma remuneração por passageiro transportado.

Com isso, o modelo de operação por meio da iniciativa privada cresce nos transportes metropolitanos de São Paulo. A Linha 4-Amarela já é administrada por uma um consórcio de empresas. A intenção do governo de São Paulo é ainda conceder à iniciativa privada a operação de linhas da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM).

G1

22 de agosto de 2016

Nesta quinta, Estação Itaquaquecetuba recebe projeto que escreve cartas para usuários

Compartilhe
As cartas serão enviadas gratuitamente com foto do remetente tirada na hora

Ramilla Souza / Estopô Balaio

Não importa que o Correio informe que o volume de correspondências por pessoas físicas diminuiu 70%. As cartas manuscritas podem ter se tornado um hábito quase extinto, mas ainda não morreu. Nem mesmo o WhatsApp, e-mails, Facebook, Instagram e outros avanços tecnológicos conseguiram extinguir o prazer de escrever no papel.

A carta manuscrita é um meio carinhoso de comunicação com as pessoas amadas - sejam elas mãe, pai, filhos ou amigos. Elas suavizam a saudade de pessoas que estão longe. Pensando nisso, o projeto Ateliê de Memória e Narrativa, do Coletivo Estopô Balaio, escreverá cartas a pedido dos usuários da Estação Itaquaquecetuba para seus amigos e familiares.

A iniciativa, que lembra o filme Central do Brasil, do cineasta Walter Salles, estará
Estação Itaquaquecetuba, na Linha 12-Safira, nesta quinta-feira, dia 25, das 10h às 13h. Quem passar pelo local, poderá ter suas histórias, sentimentos e recados registrados em cartas, para serem enviadas à pessoa escolhida pelo usuário. Junto à correspondência, também seguirá uma foto do remetente feita na hora com uma câmera Polaroid.

Os integrantes do Coletivo Estopô Balaio chegam com o coração aberto, dispostos a ouvir as histórias daqueles que têm amigos e parentes distantes ou, simplesmente, desejam fazer uma declaração para a mãe, o pai, ou um grande amor. Sem nenhum tipo de censura ou restrições, as cartas serão enviadas para qualquer local, do Brasil ou do mundo, retratando qualquer tema, anseio ou pedido de ajuda.


Serviço
Ateliê de Memória e Narrativa do Coletivo Estopô Balaio
Local: Estação Itaquaquecetuba, na área livre, na passarela, em frente à entrada
Datas: quintas-feiras dos dias 25/08, 01/09, 08/09 e 15/09, das 10h às 13h


CPTM – Companhia Paulista de Trens Metropolitanos
As notícias veiculadas acima, na forma de clipping, são acompanhadas dos respectivos créditos quanto ao veículo e ao autor, não sendo de responsabilidade do blog Diário da CPTM.
A transferência entre linhas é garantida desde que o usuário esteja em sua última estação de transferência até as 00h.
Funcionamento das estações: das 4h às 00h (segunda a sexta e domingos) e das 4h à 1h (sábados)
.
OBS: último trem do terminal de Jundiaí para Francisco Morato tem partida programada às 23h30.